dadi janki

dadijanki.jpg
eu nunca tinha ouvido falar nesta celebre e sabia ioguina indiana de 86 anos, ate ontem quando recebi um e-mail pelo grupo que participo – artemis – com este texto:
“Uma ioguina indiana, Dadi Janki, de 86 anos, foi considerada pelo Instituto de Pesquisa Média e Cientifica da Universidade de Texas, como a “mente mais estável do mundo”, porque mesmo testada em situações tensas e perigosas, seu eletroencefalograma marcou a presença constante de ondas delta, as ondas mais positivas e lentas produzidas pela atividade cerebral. Ela recebeu da ONU o título, muito raro de ser concedido, de Guardiã do Planeta, por seu trabalho em prol de mentes mais livres e pacíficas. Quando lhe perguntaram, em sua visita a São Paulo, a receita de uma mente tão tranqüila e sem pesos, ela respondeu:

“Muito amor no coração por todos e nenhum apego por ninguém, tentar não prejudicar pessoa alguma minimamente e eliminar da mente qualquer pensamento negativo, fazendo um exercício diário e ter a certeza de que não estamos aqui à-toa, mas para cumprir o destino da evolução. Que somos caminhantes, sem dependências ou estabilidades. Quem não percebe isso se torna escravo do desnecessário e polui a mente”.

se tivessemos uma “ruma” de dadi janki no mundo talvez a paz pudesse reinar. ela bem que podia morar por um tempo na casa branca nera?
(aqui uma entrevista na folha de sao paulo)
violetasframepink.jpg
a primavera ta bem longe, mas minhas violetas africanas estao florando :-)
flores proces com o desejo de um otimo fim de semana com paz, saude, sorte e muita alegria no coracao!

18 comentários em “dadi janki”

  1. Era exatamente desta paz e sabedoria que eu tava precisando hoje, to uma pilha de nervos, so de enconstar sai faisca.
    Quero uma Dadi pra poder me ensinar ficar assim…se tem alguma formula?
    beijos

  2. Que linda ela. sabedoria é isso, o mais é levar a vida, ou se deixar levar, como é o meu caso…
    Lindas flores saindo ao lado das folhas de um verde tão bonito. Tu é especial, Lilia, sempre nos mostrando um pedacinho da tua vida.
    Beijo.

  3. Coisas boas que existem no mundo, né! bom, mas que seria do bem se não fosse o mal! Deus deixou de tudo.
    Lilia, as violetas são plantas “suculentas” e se estiverem numa janela ensolarada e com muita umidade no solo, vão que vão (funciona como uma estufa). Se precisar dicas com plantas, pode me pedir, pois trabalhei com paisagismo muitos anos. beijokas

  4. Muito interessante esta senhora. Amei o modo de vida dela. Quem me dera pensar assim o tempo todo. Minhas violetas estão lindas também mas aqui é primavera. Bom fim-de-semana.

  5. Oi Lilia, eu também não conhecia a senhora. O tema da capa da revista Veja de hoje é Yoga. Depois vou ler para ver se fala alguma coisa sobre o que você escreveu. Boa semana, muitos beijos e tudo de bom pra você.

  6. Lilia só fiquei curiosa em saber como é que ela foi testada em situações tensas e perigosas. E essa história de não ter apego a nada nem ninguém….só quando eu estiver em outro plano, aqui sou apegada sim, pelo menos à pessoas 😉 bjks

  7. Olá querida!
    Primeiro, eu deveria ter citado lá, mas…better late than never, agradeço o poema recebido tarde de noite, semana passada.
    Qto a Dadi, ela poderia fazer “tours”, morar na Casa Branca, Palácio da Alvorada, dar a volta ao mundo, enfim.
    Seus vasinhos estão lindos e estou com saudades dos nossos papos!
    Beijão

Os comentários estão encerrados.