o primeiro jogo de basebol

liliabasebol.jpg
essa “virgindade” eu podia ter mantido, mas nem doeu. também não vou mentir e dizer que foi um grande prazer e que tou louca pra “fazer” de novo.
bom, o tal ingresso era bacana: dava direito ao estacionamento, cadeiras na beira do campo, comida e bebidas “de gratis”. quer dizer…tinha um buffet num local mais acima com: salsicha, linguiça, salada de macarrão, peru, agua e refrigerante. cerveja era paga, e cara! nas cadeiras tinha: cachorro quente, nachos, pipoca, amendoim e sorvete. pra quem gosta de junk food o menu tava perfeito.
paulpalhaco.jpg basebol3.jpg
o paul ja tinha tentando me explicar as regras enquanto via pela tv e não fazia nenhum sentido pra mim. vendo “ao vivo e a cores”, digamos que agora eu entendo 40% das regras.
ontem ele ficou me explicando a cada jogada e eu ficava com aquela cara de paisagem. dai de repente todo mundo levantava e gritava e eu era única que não se mexia. menino de deus, é muita marcação. se a “bola isso”, se a “bola aquilo”, pra depois ir pra outro canto onde contava mais umas tres coisas. nammmmmmmmmmmmm.
e eu pergunto a voces:
a) serei eu burra?
b) é porque é uma coisa cultural e só entende mesmo quem nasceu e passou a infância vendo isso?
c) eu sou uma pessoa muito rabujenta e pouco aberta pra assimilar a cultura alheia?
d) esse esporte é besta mesmo??
e) todas as alternativas anteriores
e o mais interessante nesse esporte é que o final do campeonato se chama “world series” (série mundial), mas só tem time daqui memso. num sei se caio na gargalhada ou se rosno.
eu só espero que o chefão não venha com cortesias para jogo de futebol americano. ah não! aí num vai ter “bom tom” nem tolerância. eu mesminha que não vou sair do meu canto pra ir ver uma ruma homem se agarrando no meio do campo. diabo é aquilo heim? a bola tá lá na casa do chico e os caras se agarrando aqui do outro lado.
sinceramente? honestamente? eu acho que são um bando de viados enrustido que ficam se roçando o tempo todo. só pode ser. ficam só esperando a hora de cairem no chão e ficar uns por cima dos outros, né naum?
me perdoem, acabei de ter um ataque de velha-lilia. passou, passou.
deixa eu cuidar das minhas plantinhas que é melhor. fui!

18 comentários em “o primeiro jogo de basebol”

  1. Eu ate gostei de ter ido ver uma partida… digo que quase dormi na cadeira, pois o jogo nao anada, né? Mas depois aprendi que o jeito é participar da animação.. entao levantava, dancava, gritava, tentava pegar a bola e coisa do tipo… o jogo fica muito mais emocionante!!!
    Bjs

  2. Menina, esse negocio de baseball e pra gente que nasceu aqui e tem o cerbro treinado. Maridao ja tentou milhoes de vezes me explicar, eu nao quero mais entender porcaria nenhuma. E nao conheco um estrangeiro, nao familiarizado com o jogo, que entenda.
    Voce sabe que ao final do Super Bowl, o campeonato de futebol AMERICANO, eles gritam que o ganhador e campeao MUNDIAL, ne? Sao tudo abestado das ideia, esse povo. Salvando o ken, o paul e mais uma meia duzia, e tudo desmiolado.

  3. Oi Lilia!
    Eu adoro Baseball, mas so fui gostar depois de entender bem as regras do jogo, o que levou bastante tempo. Mas a culpa nao era minha, mas do meu Chico que nao sabia me explicar…ahhahaha
    Beijos.

  4. Lilia, eu nao entendia nada mas como a minha sogra e viciada em baseball e sempre arruma ingressos pros jogos aqui, eu acabei nao so aprendendo as regras, mas aprendendo a jogar softball (que e a versao do baseball que a maioria das mulheres joga, eu rebato a bola direitinho!) e adoro ir ao estadio assistir os jogos!!!! Pena que o time aqui e MUITO RUIM, pelo menos o time dai de NY e bom :) E olha, futebol americano e bem legal sim, depois que voce comeca a entender e que o negocio faz sentido e bem interessante!

  5. Lilia que bom ! Eu morro de vontade de ir num jogo, mas vai ter que ser numa viagem aos EUA ou em Toronto porque a equipe que tinha em Montréal foi vendida :-) Meu marido me explicou umas vinte mil vezes, eu nao consigo entender, até porque nao tv, tu nao tens a visao do conjunto ! O Paul ta com cara de contente :-) Eu aproveitaria para comer cachorro-quente ! Beijocas para ti.

  6. Bom dia Lília! vc. leu meu comentário no post abaixo?
    Concordo com vc! assistir uma vez já é o suficiente pra ficar em casa cuidando das plantinhas, que faz mais sentido..rs..rs..
    beijos…

  7. Olá Lilia!
    Quando eu estava morando na Florida, aprendi a gostar de baseball com o meu namorado. Ele também ganhava bastante ingressos p/ os jogos e nós iamos. O primeiro jogo que fui não gostei nadinha, não entendia nada… mas nos seguintes eu comecei a tomar gosto pelo esporte até que virei uma torcedora dos Marlins. Foi bem no ano de 2003 quando eles ganharam o World Series – eu e meu namorado saimos pelas ruas buzinando de felicidade, o único detalhe é que só tinhamos nós fazendo isso em Fort Lauderdale :-)
    Mas com relação ao futebol americano concordo com vc – não entendo nada daquele jogo e não vejo graça… quem sabe um dia né…
    Bjos,

  8. mirella: pois é mirella, achei uma coisa leeeeentaaa demais da conta. mas na verdade eu acho que sou mesmo é chata!
    regina: eu nunca vi a palavra escrita, diz o paul que é “loafing” mas pode ta escrito errado. sorry.
    carla: num sabia que no futebol era assim também naum. afe!
    chris: claro que tem lógica! minha preguiça e minha chatice é que num querem entender a coisa!
    denise: vai ver que o paul é como chico viu? vou arranjar outro “explicador” ahahah
    Lu mas é isso mesmo, se entender pode até gostar né? agora o futebol eu acho pior porque é muito agressivo e eu num aguento naum.
    ana lucia acho que esse time que foi vendido foi exatamente o que vi jogando. segundo o paul eles vieram do canadá!!! e o paul, tá contente mesmo. aliás ele é quase o tempo todo assim, com essa carinha boa. benza deus!
    lila: li sim seu comentário :-)) eu tou mais plantinhas mesmo do que presses esportes americanos, viu?

  9. OLá Lilia,
    Eu também levei algum tempo , mas me criei com uma molecada americana e jogava o base ball e o football americano com eles. Sou apaixonada, acho algumas jogadas dos quarter backs geniais. Torço pelos Dallas Cowboys eles ja foram world champions. Alias tenta ver assim o time consiste no Quarter back que é o “brain ” de todas as jogadas, e usa dois corredores para executá-las, o resto são mastodontes capazes de mover um prédio.
    No base ball preciso admitir que hoje me falta paciência. Mas que eu saiba o Japão tem time.
    Beijos seu post está ótimo.
    Stella

  10. O pior não é nem aprender as regras, mas encontrar a emoção do jogo. Meu enteado joga e até agora não consegui vibrar com o esporte. Ou sou idiota ou a porcaria realmente não é emocionante e vc tem que ser gringo, nascido e criado, para curtir aquilo!!!
    Beijos e queijos!!

  11. Oi, Lilia,
    Já tentei entender esse tal de beisebol, meu filho que gosta do jogo já me explicou, é um esporte que arrasta multidões ai nos States, é o mais popular também em Cuba, mas eu não me amarro nele.
    Como diz o Bruno, meu filho, na verdade é um programa, mais que um jogo, já que um jogo demora horas, de 4 a 5 pelo menos.
    Em princípio, tô fora!
    Beijos e uma bela semana
    fernando cals

Os comentários estão encerrados.