conversas com motoristas de taxi

eu: o transporte público de annapolis é muito ruim. não entendo isso, afinal é a capital do estado. só extiste ônibus pra washington d.c. bem cedo de manhã. e os ônibus que circulam na cidade passam uma vez por hora. quem não tem carro pena por aqui.
motorista1: a senhora desculpa o que vou dizer mas é a pura verdade: há 20 anos atrás, quando eles foram construir o metro/trem na região a elite daqui não quis, porque os negros de washington d.c. viriam pra cá.

arvoreverao.jpg

noutro dia
eu: o senhor sabe o nome dessa árvore?
motorista2: não, sei não.
eu: elas são tão bonitas, nunca tinha visto arvores florarem assim no verão. tem de várias cores: rosa, vinho, branca…
ele começou a perceber que tinha várias árvores dessas no caminho.
motorista2: se a senhora não fala eu não tinha notado e tem tantas né?… na frente da minha casa tem uma árvore que eu quero cortar…
eu: porque?
motorista2: ah, ela floresce no início da primavera e ai as flores caem e a gente que tem que limpar.
eu (já indignada): mas é só uma vez por ano né não?
motorista2: é, mas eu chego em casa cansado e quero é assistir tv!
então tá.

4 comentários em “conversas com motoristas de taxi”

  1. Lilia, quando vais editar um livro de fotos? Acho que já tem bastante imagens, né? eu iria adorar ter um exemplar com essas maravilhas aqui em casa. Já pensaste na idéia? Bjs

  2. LI.
    Nós lá em casa com nossas 7 árvores, temos ouvido poucas e boas dos vizinhos e operários. Um deles outro dia disse assim:
    – “é doutor, passou uma pessoa do condomínio aqui e disse que loguinho o sr. vai se arrepender de morar debaixo desses paus…tem fôia demais e dá uma trabalheira medonha”.
    E eu: então tá!
    Fico com nossas folhas, nossa sombra e passarinhos… deixa eles ‘mangá’ das árvores, não tem problema!
    Abraço fraterno,
    BetoQ.

Os comentários estão encerrados.