continuando II último capítulo: descendo as montanhas

stmarylake_glacierpark_480.jpg
a idéia inicial era dormir três noites no parque, mas errei nos cálculos de quilometragens e pra curtir o resto do parque decidmos descer as montanhas devagar, apreciando “de um tudo”, e chegar em couer d’alene à noite. acordamos cedo e tivemos um belo nascer de sol de presente.
sunrisehorses_manyglacierpark_800.jpg sunrisemountainhotel_manyglacierpark_800.jpg
clique na foto se quiser ampliar
saímos do hotel preparados pra muitas horas de estradas e com a certeza de que ainda veríamos muitas belas paisagens no caminho.
paul_fallstmary_240.jpg falls_stmary_240.jpg
glacier_couerdalene_480.jpg
paul_glacier_couerdalene_240.jpg lakeontheroad_glacier_couerdalene_240.jpg
nemesquilonemchipmunk_240.jpg lilia_glacier_couerdalene_240.jpg
tou sem adjetivos pra descrever de jeito diferente a beleza das paisagens. a gente dirigiu um tempão entre as montanhas e de repente abria um vale imenso; quando menos se esperava aparecia um rio beirando a estrada ou lago verde-azul. e assim os olhos foram devidamente alimentados, deixando o botão do contente ligado :-)
flatheadlake_indianreservationk_480.jpg
quando a fome atacou já tínhamos descido as montanhas. olhando no mapa vimos um imeeeeeenso lago (flathead), logo mais à frente e fomos procurar um restaurante na beira d’água pra matar a fome e continuar na apreciação da paisagem.
flathead_lakesiderestaurant_240.jpg flathead_lakesiderestaurant_bird.jpg
depois que saímos da cidade de lakeside onde almoçamos, foram muitos quilômetros atravessando uma reserva indígena com essa paisagem abaixo. e lá vem de novo meu encanto pelos fenos. não tinha os rolos, mas a terra era coberta com esse “capim” seco e com a luz do pôr do sol, ficava um dourado muito bonito.
flathead_indianreservationk_480.jpg
depois daqui tivemos que atravessar uma montanha pra chegar numa estrada highway e nessa hora pegamos uma tempestadezinha medonha. eu quase tive medo (como se fosse possível ter “quase medo”), porque era tanto do raio e a gente dirigindo bem em baixo deles rodeados de árvores por todos os lados. uia. mas eu me peguei com meus anjos da guarda e depois de ter que parar num bar cheio de bêbados, num lugarejo no meio do nada pra saber onde etávamos, conseguimos pegar o rumo certo e chegamos no hotel em couer d’alene depois das 10 da noite. cansa, mas eu gosto muito desse movimento todo, principalmente arrodeada de tanta beleza.
liliapaulcynbrandonrebecca.jpg
a parte que falta agora é o trecho que fizemos com a cyn, brandon e rebecca. a cyn fez um post tão legal relatando essa parte, que eu vou parar por aqui.
foram cinco dias desde que saímos de calgary até chegar em boise. dirigimos 910 milhas (quase 1500km) no grosso porque desviamos um bocado pra ver o “hells canyon”.
foi muito bom para mim. cheguei em casa com a alma banhada, bem lavadinha, cheirosa, vestida com roupa de domingo, com o satifeito cheio até o talo :-)

6 comentários em “continuando II último capítulo: descendo as montanhas”

  1. Tudo muito lindo, graças a Deus correu tudo bem e você voltou com mais disposição e feliz, nos presenteando com essas fotos maravilhosas, um ótimo final de semana.

  2. Amiga, fui ao Brasil e voltei sem voz, sem energia, sem pai…sem saber de mais nada. Reencontrar você nessa madrugada me deixou sem sono e muito, muito feliz. Olhar o mundo através de suas lentes/olhos foi reparador. Adoro seu jeito de vadiar. Saudades de nossos contatos. Beijos!

  3. Que viagem linda hein?! Pra variar, amei as fotos.
    E de novo, obrigada pelo cartão…amamos, amamos…
    E fiquei aqui, um tempão olhando todas as fotos que tu mandou.
    Espero que nos encontremos em breve novamente.
    Beijão,

Os comentários estão encerrados.