#domingos

image.jpg
satisfeito cheio depois da pedalar numa trilha bem bonita.
agora tou no quintal, olhando pro céu que ta com uma bela luz. fiquei com preguiça de ir ali. então a foto vai ser descrita: céu azul-pura-memória-de-algum-lugar com nuvens ralas, branco-pérola-quase-dourado feito pinceladas. pássaros miúdos voam em bando.
depois de escrever a frase, a cor das nuvens mais baixas vai mudando rápido para tons mais escuros.
ai quem dera ser poeta. engoli as palavras quando comecei a registar imagens que eu via.

temporada de férias

latosfmap.jpg
todo ano a gente passa o feriado do thanksgiving em san francisco e algumas vezes fazemos uns passeios pelos arredores. dessa vez vamos sair daqui no sábado pra los angeles e de lá pegar estrada devagrinho pela costa. parece que tem uma ruma de belas paisagens por lá e eu haverei de clicar um bocado.
header_planning_mind-body-spirit.jpg
chego de volta dia 30 e dia 6 rumo em direção à “matar-saudades”.
dessa vez meu paul não vai. eu fico 3 semanas e quando voltar nem venho pra casa: paul me pega em miami no dia 28, a gente dorme perto do aeroporto de fort lauderdale e na manhã seguinte voamos pra costa rica. uia!
achamos um resort bacaninha, que fica numa serra e tem esses programas “tudo incluído”: hospedagem, alimentação, aulas de ioga, massagem e 3 eco-tours com direito a aventuras pra quem gosta.
sunset_captivaisland_18april31_480.jpg
então, feliz thanksgiving pra quem mora por esses lados; feliz natal; feliz ano novo; FELIZ TUDO!
e aqui meu novo slogan: menos medo e mais amor :)

tudo azul… e quente!

umbrela_darksky_verobeach_2008aug 153_480.jpg
pra quem nasceu e morou quase os 42 anos no ceará não pode falar de clima quente. mas eu falo: arre do verão quente dos diabos! não sei se porque no ano passdo era tudo novidade, casa nova, cidade nova, quintal novo, eu curti um bocado, mas esse ano tou hibernando.
a grande diferença é o vento. em fortaleza pode tá pegando fogo, mas normalmente você vai pra sombra já laivia um bocado. aqui não tem disso não. é so olhar pro guarda sol na areia que não saiu do lugar :)

ela “é” americana! quem diria heim?

[aqui tinha uma foto do certificado que scanei. daí que eu recebi um comentário anônimo (muito agradecida “sr (a).^cuidado”) me alertando para não deixar o documento, com número e tudo, na internet. eu sou muito tranquila em relação à essas coisas, mas resolvi botar uma tarja preta em cima dos números e ia postar de novo quando vi que tem carimbado: “é proibido copiar, imprimir, fotografar esse certificado a não ser através das autoridades legais”. UIA! pense na inocência!]
ontem foi a cerimônia de juramento e entrega do certificado de cidadania americana. quem diria!
a coisa toda nem foi tão chata como pensei. o cara que fez o discurso foi super relaxado e fez todo mundo rir. o mais longo foi sentar as 1010 pessoas, de 91 países, que receberam a cidadania. é fato que andei jurando umas coisas meio esquisitas, mas eles que se cuidem porque eu mesminha que não vou cumprir :-)
é verdade que isso nunca foi um sonho, mas estou sendo muito feliz por aqui e esse documento facilita muito a vida. o melhor de tudo isso é que agora o bruno vai poder imigrar. iuruuuuuu.
as vantagens de ter cidadania:
–> poder pedir imigração pra familiares;
–> morar fora daqui (enquanto residente é preciso voltar aqui a cada 11 meses);
–> ter passaporte americano o que facilita pra entrar em alguns países;
–> e, segundo o paul, o mais importante é que quando ele morrer eu posso levar minha herança bilionária pro brasil. pois é, ele já decretou que vai antes de mim, e que até lá fica bilionário! e eu digo pra ele que ele pode ficar bilionário na boa e que iremos desfrutar disso juntos. depois a gente pensa no depois :-)
balanço:
eu cheguei em nyc em fevereiro de 2002. em julho de 2003 nós casamos e em agosto demos entrada na papelada para o green card (documento legal de residência). em março de 2004 fizemos a entrevista e logo em seguida recebi o green card provisório. em outubro de 2006 recebi o gren card permanente. em abril de 2007 dei entrada pra cidadania. em fevereiro fiz a entrevista e os testes (de ingles onde escrevi uma única frase e de história americana).
hummingbird_arizonaphoenix_16march085_croped.jpg
[foto: lilia, beija-flor no jardim botânico de phoenix, arizona]
eu vou pro brasil no dia 8 de maio e desde que fui na entrevista que pensei: a cerimônia vai acontecer antes da minha viagem. pimba! recebi a carta no início de abril. mas, esqueci um pequeno detalhe: como vou entrar no país de volta se ainda não tenho passaporte americano?
atualmente o tempo que leva pra tirar um passaporte é de 30 dias por conta de umas novas leis e a demanda por passaporte ficou imensa. o único jeito pra ter um passaporte em caráter urgente é indo pessoalmente na agência de passaporte que é em miami. até pode pagar uma taxa extra pra receber em duas semanas, mas eles não garantem. então o jeito tá dado: quarta-feira peganos estrada no rumo de miami. e dia 9 chego em fortaleza pra comemorar o aniversário do bruno, dia das mães e matar saudade de todos e de tudo.

vadia? eu?

o relato da viagem vai ficar pra depois, quando o movimento baixar:
cheguei de viagem no domingo e na segunda tive o enorme prazer de ter minha “playmate” (amiguinha pra brincar) o dia todo comigo:
Bella_24march 036_480.jpg
quando ela vem pra cá eu deixo tudo de lado e passo o dia todo brincando. uia! terapia intensa de liberar minha criança. ô coisa boa viu.
quarta à noite o que ia ser um passeio no centro de winter park pra mostrar a cidade pra ana lucia (amiga de fortaleza que mora em new jersey), virou uma farra no quintal com 8 pessoas. a geladeira ficou vazia já que não estava preparada pra tudo isso.
quinta teve minha playmate de novo e à noite um aniversário. sexta uma despedida e sábado bem cedo chegaram os hóspedes da semana: o irmão do paul com a filha de 15 anos. o almoço foi em new symirna beach e chegamos em casa já tarde da noite.
domingo teve almoço pra ana lucia e familia. pense numa bagunça boa! a molecada adorou a hot tub (grande jacuzzi que tem no quintal) e saíram daqui quase oito da noite quando chegaram os hóspedes do passeio à tampa.
lucasangelicahottub_2008march_240.jpg todosalomocoanalucia_2008march 004.jpg
segunda tive tempo de lavar roupa e antes de guardar fui com a emily pro universal studios. ainda não conhecia e fui fazer companhia com ela. (quem diria!!). nos divertimos muitos por lá e na hora de vir embora cadê que a gente sabia onde tinha estacionado o carro? ah meu deusinho (quem diaria 2!!). ficamos quase uma hora rodando, e a lilia-pollyana achou foi bom o bônus de exercício. affe. e ainda teve jantar fora porque eu mesminha que não vou fazer jantar né?
daí eu disse que terça ia ser meu dia de folga. e assim foi. mas a folga é ajeitar as coisas dentro de casa, conseguir ler os trocentos emails atrasados, ir no supermercado abastecer a geladeria, etc.
hoje ia na disney mas meu corpo acordou pedindo pra ficar em casa e ir na ioga e acho que é isso que vai acontecer.
amanhã os hóspedes atuais viajam bem cedinho e ao meio dia chega aquele meu amigo que já veio aqui muitas vezes. e minha playmate também vai tá aqui.
rainbowbackyard_2008march 031.jpg davidemilypaullilia_houston_1april 017.jpg
é, tou cansada sim, mas feliz da vida porque bem que pedi por um pouco de vida social e consegui bem direitinho. mas que cansa, cansa, uffa!
e assim ainda não olhei as fotos da viagem com cuidado pra selecionar, etc. um dia mais pra frente eu conto tudo.

borboletando

butterfly_smallorangeblackperpleflower_leugardens_480.jpg butterfly_orangeflower_leugardens_480.jpg butterfly_blackbrickonstick_leugardens_480.jpg
mudar pra cá, mais ao sul, mudou um bocado meu estilo de vida, e a vida online tá bem reduzida.
eu gosto de muito de rotinas, principalmente porque basta querer mudar pra criar outra rotina na hora que quer.
e esses últimos dias estou sem rotina nenhuma. bom demais mas confesso que o tal “transtorno de défic de atenção” piora um pouco. fico que nem uma borboleta, pulando de flor em flor sem muita programação :-)
mas vou já ali fazer uma listinha de coisas porque daqui exatamente 30 dias estarei voando pro meu ceará. e, antes disso ainda tem uma viagem pra san francisco no feriado do thanksgiving. é bom porque me lembro dos meus velhos tempos de “fazer trocentas coisas ao mesmo tempo”. uma vez no ano eu topo com muito prazer só pra sentir o gosto da lilia-elétrica de novo.
ah, e o halloween? grrrrrrrrrrrr. tão somente duas almas penadas vieram fazer trick or treat. pode? bom, eu e o paul nos divertimos tomando vinho sentados na varadinha da frente pela primeira vez, inaugurando uma cadeira de balanço comprada 1 mes atrás :-)

brincando de halloween

2pumpkisn_halloween_480.jpg
ano passado experimentei um gostinho do halloween das crianças. mas foi assim gosto meio aguado sabe? fui no supermercado literalmente na última hora, comprei o que achei de sobra: meia dúzia de mini-abóboras e um monte de bom-bom e chocolates. acendi umas velinhas e pronto. apareceram 10 gatos pingados e assim foi o primeiro halloween-gosto-sem-graça. [antes eu morava em apartamentos e as crianças só vão em casas].
esse ano resolvemos brincar um pouco mais e até abóboras a gente fez.
pauldesenhando1_pumpkin_halloween_240.jpg pauldesenhando_pumpkin_halloween_240.jpg
e o paul adorando me ensinar, crente que é o maior desenhista de pumpinks :-)) e dizia: você tem que aprender pra depois poder fazer pros nossos netos. (sic!). agora eu vou sentar na cadeira de balanço na varandinha pra esperar a meninada chegar. e que venham mesmo e muitas. mais tarde eu volto e conto.

james, “the tree man” (o homem árvore)

jamestreeman8_400.jpg
esse é o james, e ele logo diz que é conhecido como “tree man”.
eu sempre via o james andando pela rua aqui de casa, empurrando um carrinho de mão. o que me chamava atenção era o sorriso pregado na cara dele o tempo todo.
e eis que um dia vejo o paul conversando com james. [quer dizer, tentando conversar. james é jamaicano e eu mesminha só entendo uns bons 30% do que ele fala. o paul diz que entende uns 50%. mais parece que ele tem um chumaço de algodão na boca. e como eu fico fazendo marmota, ele fala rindo e aí é que não entendo nada mesmo.]
mas o fato é que o paul contratou james pra cortar alguns muitos galhos das 4 antigas e grandes árvores (carvalhos) que tem por aqui (1 na frente da casa e 3 no quintal).
fronyard_rainday_240.jpg backyard_20june8_240.jpg
bem que eu queria ter o dom dos contadores de estórias pra dizer bonito como james trabalha. eu parava o que tava fazendo aqui no computador e ficava olhando o “circo” que ele fazia sozinho. james não conhece muito a eletricidade, e se conhece não faz empenho dela. cortou todos os galhos com um serrote manual. oh yess! e o legal era ver o trabalho que fazia de amarração pra que o galho não caísse quando ele terminava de cortar. cordas e um imenso bambu eram as ferramentas do james. e eu aqui de boca aberta admirando o trabalho dele.
james nunca chegava antes do final da tarde. preferia os mosquito do que a quentura. trabalhava com um galho com folhas na mão e se “açoitava” pra espantar os bichos e aliviar as picadas.
e o sorriso lá, plantado no rosto suado.
a gente nunca sabia ao certo quando james viria. ele que escolhia o dia de trabalhar e assim se passaram dois meses. mas se ele sumisse, a gente sabia que na terça ele ia aparecer porque na quarta é o dia de coleta do “lixo vegetal” (eu que tou chamando assim mas vocês entendem né?) e ele viria ajeitar e botar tudo na calçada.
além de cortar os galhos, james foi contratado pra limpar os troncos arrancando as trepadeiras gigantes e também pra cortar a madeira e arrumar pro “inverno vigorso” que o paul tá esperando ter na flórida esse ano (hehehe).
woodforfirepit_240.jpg woodforfire1_240.jpg
a pilha de lenha menor é pra usar no firepit (aqui tem uma foto). o “restinho” da lenha, essa foto da direita, é pra usar nas duas lareiras de dentro de casa (uma na sala e outra na cozinha). e eu tou achando que vai ter fogo todos os dias independente da temperatura lá fora. e isso contando ainda que fico o mês de dezembro todo no brasil. meu paul vai ficar 15 dias sozinho, cheio de lenha e eu vou pegar fogo no meu ceará iuruuuuu
bigtreebackyard_jameslader.jpg
só sei que james gostou de trabalhar pra gente, tanto é a prova que ele terminou o serviço há duas semanas, mas uma das escadas continua ali no quintal. eu confesso que me apeguei ao james. boa companhia para as minhas tardes de verão.

sábado bem bom

owl_mikebackyard_6oct023_480.jpg
ontem foi o dia do “há tempos que…. “.
morar aqui onde moro (winter park, florida) não precisa ir ao zoológico porque a gente vê um monte de animais ao redor. já tínhamos visto corujas incontáveis vezes, mas ou era tarde e escuro ou a câmera tinha ficado em casa. ontem foi a primeira vez que consegui fazer fotos legais. e o sábado começou com essa alegria bem no quintal de casa.
decidimos ir num parque nas redondezas pra passear de canoa, mas no caminho, finalmente encontramos o “birds of pray”, que é um lugar onde eles cuidam de pássaros predadores que se machucaram de alguma forma e lá vivem pra fins educativos. há meses a gente via placas indicando o lugar mas nunca achava. e olha o que vi logo na entrada do centro: parecia a irmã gemea da que vi no quintal :-)

birdsofpray_coruja.jpg wekiviasprings090_240.jpg
liliacanoa_wekiviasprings_480.jpg
o passeio de canoa foi muito legal. a gente rema no riacho no meio da mata mesmo e o que todo mundo quer ver é jacaré. eu merminha não gosto de muita amizade com eles não, por isso nem fico procurando, mas acabei achando um bebezinho que tava saindo da água pra tomar banho de sol:
jacare_wekiviasprings_480.jpg
logo que a gente mudou pra cá, o paul vivia falando em jacaré, e eu só ria. achava que era folclore. até um dia que fomos num parque pequeno à beira de um lago, no centro da cidade e tinha uma placa avisando pra ter cuidado porque tem jacarés. eu heim! olha aí esse mapa abaixo (clicando na foto ela amplia):
mapawinterparkarea.jpg
a seta é onde moro e tudo isso ao redor são lagos. pense na ruma de jacarés :-))))
mas eu tava falando era do passeio no sábado e de repente me empolguei com os jacarés.
pois sim, esse lugar onde a gente alugou a canoa, é um parque que tem uma grande piscina com fonte natural. tem vários lugares na região com essas fontes e no verãozão é onde o povo vai se refrescar. a água é bem friinha, super gostosa e relaxante. quando a gente terminou o passeio já tava tarde e tinha pouquíssima gente na piscina. melhor pra nós.
piscina_wekiviasprings095.jpg rainbow_wekivia9_240.jpg
pra terminar ainda ganhamos outra coisa que sempre tem por aqui: arco-íris.
e muita gente pergunta se eu tou gostando de morar aqui e eu respondo: virei uma camaleoa, onde chego me adapto e acabo achando as coisas boas ao redor. imagine morar num lugar que no verão a gente sempre vê arco-íris! bobagem né? pois eu acho é bom. tem um bocado de outras coisas legais por aqui. qualquer hora dessas eu conto mais.

brincando de vovô e vovó

isabella_23sept019.jpg paul_isabella_spa23sept.jpg
ô negócio bom é ter um bebê por perto. eu acho. e por isso mesmo me ofereci pra ficar com a isabella de vez em quando, quando a mãe dela (uma ex-colega de trabalho de paul) quisesse farrear um pouco.
ela é muito bacaninha demais. só tinha convivido com a gente algumas horas em dois dias separados por algumas semanas. pois chegou aqui na boa, não teve um pio de choro sequer. pra dormir é a coisa mais maravilhosa: toma uma mamadeira de leite nos braços, mas depois disso fica na cama sozinha com o quarto bem escuro. pronto. dormiu a noite toda e só acordou às 8 da manhã, sorrindo e pedindo “baba”, a mamadeira.
fomos caminhando (ela no carrinho) pro parque no centro da cidade. ela se esbaldou de andar, correr, cair, levantar. voltou molhada de suor e imunda da grama e da areia. daí veio a melhor parte: o banho no spa. adorou! e a mãe chegou. foi tudo tão bom e passou tão ligeiro que tou aqui com gosto de quero mais.