jorge, não-jorge e biafra

faz tempo que não falo neles, né? mas eles continuam vindo todo-santo-dia.
acho que agora já sei com certeza quem é o jorge: ele é maior, com o rabo bem grande. a diferença dele pros não-jorges é que ele não se intimida comigo de jeito nenhum. até quando dou carão, ele fica paradinho me olhando, com uma mão no peito e eu fico rindo com cara de demente:

jorgemaonopeito14sep.jpg

tem um menor, do rabo pequeno e fino. ele é esgalamido demais e por isso apelidei de biafra. às vezes fico com medo que ele tenha problemas intestinais, porque se eu comesse o tanto de castanha e amendoim que ele come, era dor de barriga na certa.
ao contrário do jorge, ele se pela de medo de mim e eu só falto morrer de rir quando dou um berro nele, ele sai desembestado procurando “a saída”.
mas, ele fica um tempão na varanda, olhando o movimento lá em baixo ou se espicha todo e fica lá descansando. e eu me divertindo :-)
jorgebiafrasep14.jpg
pois pronto, só pra não dizer que não falei de jorges.

dadi janki

dadijanki.jpg
eu nunca tinha ouvido falar nesta celebre e sabia ioguina indiana de 86 anos, ate ontem quando recebi um e-mail pelo grupo que participo – artemis – com este texto:
“Uma ioguina indiana, Dadi Janki, de 86 anos, foi considerada pelo Instituto de Pesquisa Média e Cientifica da Universidade de Texas, como a “mente mais estável do mundo”, porque mesmo testada em situações tensas e perigosas, seu eletroencefalograma marcou a presença constante de ondas delta, as ondas mais positivas e lentas produzidas pela atividade cerebral. Ela recebeu da ONU o título, muito raro de ser concedido, de Guardiã do Planeta, por seu trabalho em prol de mentes mais livres e pacíficas. Quando lhe perguntaram, em sua visita a São Paulo, a receita de uma mente tão tranqüila e sem pesos, ela respondeu:

“Muito amor no coração por todos e nenhum apego por ninguém, tentar não prejudicar pessoa alguma minimamente e eliminar da mente qualquer pensamento negativo, fazendo um exercício diário e ter a certeza de que não estamos aqui à-toa, mas para cumprir o destino da evolução. Que somos caminhantes, sem dependências ou estabilidades. Quem não percebe isso se torna escravo do desnecessário e polui a mente”.

se tivessemos uma “ruma” de dadi janki no mundo talvez a paz pudesse reinar. ela bem que podia morar por um tempo na casa branca nera?
(aqui uma entrevista na folha de sao paulo)
violetasframepink.jpg
a primavera ta bem longe, mas minhas violetas africanas estao florando :-)
flores proces com o desejo de um otimo fim de semana com paz, saude, sorte e muita alegria no coracao!

us open e etc


eu conheci o paul por causa do guga. este nao tem me dado muito gosto ultimamente. conseguiu ser eliminado do 2003 us open logo na primeira rodada. em compensacao, meu paul so me da alegria: chegou em casa semana passada com os ingressos pra amanha.
ano passado nos fomos comemorar nosso primeiro ano por la, e tive a alegria de ver o guga ganhar do marat safin (2o colocado no ranking na epoca), na quadra principal.


um amigo me mandou o link deste site, forgetten ny. achei a ideia genial, apesar do design do site ser medonho de feio. sao muitas coisas, anuncios, postes de iluminacao, placas, sinais no metro, etc, bem antigos, que ate hoje voce encontra por ny.

eu sou cipreste

entre uma caixa e outra fui vadiar pelos blogs e achei esse “negocio” na helenice. dependendo do dia do mes que voce nasce, voce eh um tipo de arvore. eu sou cipreste.
eh verdade que eu gosto de ciprestes. e ai eles dao as caracteristicas da pessoa:

CIPRESTE, A CONFIABILIDADE
Forte, muscular, adaptado, toma da vida o que ela oferece. Feliz e cheio de conhecimento, odeia solidão. Amante apaixonado, não se satisfaz. Confiável, temperamento explosivo, inquieto, pedante despreocupado. eh razoavel. so nao vou aceitar que me chamem de pedante, mesmo que seja um despreocupado :)

ontem a tarde eu tentei postar varias vezes e a pagina do blogger nao abria. quando abria e chegava na pagina de edicao dava erro. argggggggg. mas enfim, so ontem li a ultima cronica do verissimo “fumantes”. morri de rir. queria ver se morasse aqui em nyc, que nao se fuma mais dentro de nenhum bar/restaurante e algumas muitas vezes nem fora!