bikeless

babycrying.jpg
roubaram nossas bikes no fim de semana, quando estávamos fora. que raiva que eu tenho quando sou roubada. mas, como disse uma amiga: vão-se as bikes, ficam as pernas.

28 comentários em “bikeless”

  1. Que ruim, Lilia…Como foi isso, vcs estavam em casa?
    Nós tivemos uma das nossas bicicletas roubadas do quintal ano passado. Darryl ficou uma arara. Eu bem que avisei, melhor pôr dentro de casa, ou então pôr corrente… Nunca acho que não vão mexer. A minha bicicleta continua no porão, o ladrao vai ter que quebrar a janela, se quiser pegar.
    Espero que vcs as consigam de volta (às vezes dá certo, deram queixa na polícia?). Já pensou, vc vive pedalando por NYC, ficar sem a bike é dose!

  2. Não se preocupe minha amiga, melhores virão, pode ter certeza!!! É, realmente, uma situação muito chata, mas…
    Fique alegre por estar bem!!!
    Um bjão
    Léo Fergosi

  3. Que FDP… Desejo que volte 2 bikes pra você muito melhores do que os tais FDP levaram embora. E tomara que eles peguem uma coceira bem lá…. E depois caia! 😛

  4. oi Dona Lili!
    Eita que tem é me faltado tempo… nem mesmo pude dar-lhe os parabéns pelas bodas no dia certo,muito trabalho (sei que vocêhoje não sabe mais comoé isso)e já tenho que lamentar pelo sua perda.Depois dizem uqe é sóno Brasilque acontece isso…Oh vidinha… mas olha desejo (sinceramente) que a paciência continue sendo a melhoramiga do Paul(rsrsrsrs).Felicidades eternas para vocês.Muita saúde e amor.
    Beijos grandes

  5. Poxa Lilia!!Até ai roubam bikes!!??? que saco..a minha foi roubada da minha garagem tb!! ficam as pernas é claro, outras bikes melhores virão..!! bjkas com carinho!!!Vai ouvir um chico lá no luz!!!

  6. Puxa, que chato… elas estavam acorrentadas? Levaram uma bicicleta velhinha que eu tinha uma vez daqui do bike room do meu prédio, mas eu também facilitei, deixando a bicicleta solta lá, sem correntes nem nada.

  7. Oi Lilia, é a primeira vez que venho aqui. Comecei olhando, assim, sevagar e acabei lendo muita coisa (dificilmente olho arquivos, mas olhei aquele ‘Assimm caminham os americanos). Muito boa a maneira como você mostra a realidade e o dia-a-dia dai. Parabéns pelo casamento e as bodas de papel…
    Sobre as bikes… quem sabe não foram as portas abertas que você falou no post lá embaixo que atraíram a curiosidade de quem as levou??!!!
    Posso voltar?! 🙂

  8. Talvez agora é pra voces começar a correr!!
    O lii, dexa falar, FANTASTICA a montagem com as fotos das portas, gostei demais, eu tenho uma camiseta com as portas dos casaroes de Sao Luis do Maranhao, é igualzinha a sua foto! parabens!! 🙂
    bjaooooooo vadia

  9. Lilica, Lilica…
    Saudades !!! Que delícia de comemoração hein? Agora o duro foi as bicicletas…mas enfim…sua amiga tem razão…para as pernas não há preço…para toas as outras coisas existe Mastercard…Beijokassss

  10. Roubo é terrível, sempre. A sensação de impotência que nos envolve é devastadora. Sei pq saí para almoçar e assaltaram minha casa, quebraram janelas, arrebentaram o marco de portas, e levaram tudo o que puderam, rapidinho. Ninguém nunca sabe, ninguém nunca viu, ninguém nunca nada. Então, a chance de recuperar alguma coisa, foi nenhuma. Mudei para um prédio com toda segurança e, ainda assim, chéco tudo antes de sair. Mas, passa. Um dia destes, com novas bikes, e pedalando pela vida, provavelmente vcs haverão de perdoar o ladrãozinho filhodamãe que jamais poderá roubar e/ou usufruir uma paz igual a de vcs, prá própria consciência, pode acreditar. Um abraçuu.

Os comentários estão fechados.