tudo azul!

blujay_fence4may_close.jpg
tem foto. tem assunto. tem novidade. tem hóspede em casa. tem chuva lá fora. tem trabalho amanhã. só não tem jeito d’eu sentar aqui e fazer um post de vergonha… mas eu chego lá :o)
volvobrasil1.jpg
foto

Brasil 1 lidera regata entre Annapolis e Nova York
ANNAPOLIS, Estados Unidos – A flotilha da Volvo Ocean Race, com o veleiro Brasil 1, partiu neste domingo de Annapolis(Estados Unidos) rumo a Nova York, na sexta etapa da Regata de Volta ao Mundo. O comandante Torben Grael acha que nem dará tempo para dormir nas 40 ou 50 horas até a chegada. “Com boa colocação, podemos voltar às três primeiras posições”, disse Torben.
Pouco mais de 40 minutos após a largada, o Brasil 1 assumiu a liderança da disputa. A segunda colocação é da embarcação americana Piratas do Caribe, seguida do barco holandês ABN-Amro 1, em terceiro.
A previsão da organização é de que o primeiro colocado cruze a linha de chegada em North Cove, em Nova York, no fim da tarde de segunda-feira. Após a chegada, as equipes terão dois dias de folga antes de partirem para Portsmouth, na Inglaterra, no dia 11. [estadão]
a pequena e lindinha annapolis estava lotadinha de turistas.
uma boa e bela semana pra nós!

maio

enquanto os astros se reposicionam e meus hormônios se aquietam, eu fico quieta pra evitar que vocês corram algum risco.
pra completar o atacamento, meu paul inventou de trocar de ruimwindows no domingo, no final da tarde, depois de já ter tomados umas cervejinhas… o resultado é que tem ainda muitaaaaaaa coisa pra ajeitar e a minha paciência, que é minúscula, anda perdida pelo meio das flores da primavera. (diz que, sendo a paciência uma virtude não há como perdê-la. ou tem ou não tem. uia!)
há dias que quero fazer umas fotos das flores do bairro e nada… eu aprendi a procrastinar há pouco tempo, e recetemente eu ando tirando 10 com excelência. arre!
quer saber? vou parar de arengar comigo, vou me tratar bem e pronto. afinal, se eu mesmo não for gentil comigo, quem haverá de ser? hohoho
[update] pra completar II: por conta de negligência+hereditariedade+cigarro, tou com uma periodontite de fazer vergonha e para não perder metade dos dentes, me passaram um antibiótico daqueles brabos. e, pra não acabar também com o estômago, estou seguindo instruções de não beber minha bendita cerveja. mas deus tá vendo! :o)
por isso deixo aqui um trecho desse texto que achei interessante:
afrodite.jpg “…E para quem acha que só existe um jeito de se casar – o nosso – surpresa: o casamento, tal como a gente conhece hoje, não existe até algum período do século 18. É o que diz o sociólogo Philippe Ariés, francês e um dos autores do livro Sexualités Occidentales. Interessantíssimo, por sinal. É lá que aprendo que até o século 9, a função do padre resumia-se a abençoar o leito nupcial, para garantir a fecundidade da “semente” do casal. Antes disso, a cena de um casamento seria mais ou menos assim: estamos na casa da moça, onde alguns parentes ou amigos aguardam. O pai da noiva convida o futuro genro para sentar-se e oferecer a ela uma taça de vinho. Maria, a noiva, bebe em silêncio. Talvez o próprio pai, talvez um tio, irmão de sua mãe convida: “Dá de beber ao teu noivo, João, como sinal de união”. Ela obedece e leva a taça aos lábios do felizardo João, que então anuncia: “Eu beijo Maria, como sinal de união”. Eles se dão as mãos e se beijam. Os presentes festejam, gritando, “eles estão casados! E que todos bebam à saúde dos dois”… Um beijo, um gole de vinho, gente querida em volta… quer coisa mais simples? texto todo
imagem