o sr. lunga[*] deitado na cama com a mulher:
ela: ai lunga, ai, ta me dando uma coisa…
ele: aceite mulher!
ela: mas eh ruim luuuunnnga
ele: pois devolva!
ceucinza1.jpg
o dia comecou normal, com uma neve fina caindo la fora, frank na janela.
de repente comecou a me dar um banzo.
assim sem mais nem porque, uma nuvem de melancolia adentrou a alma e uma tristeza se instalou deixando o corpo mole.
o estomago reclamava e fui cozinhar assim, energia quase zero. nao era o so estomago que estava vazio, mas o corpo todo.
e eu me perguntava porque essa sensacao me invadiu…
nao tenho respostas exatas, mas tenho palpites: agitacao antes e durante a viagem, chegar e encontrar boas noticias* e ai o branco. branco da neve, do frio, do nada.
olhei ao meu redor e a bagunca era geral: mala vazia no meio da sala, jornais e revistas espalhados, poeira acumulada e muitas outras coisas fora do lugar.
lembrei do sr. lunga e resolvi devolver aquela “coisa ruim” que sentia.
abandonei o computador, arregacei as mangas e fui arrumar a “casa”. varre aqui, aspira ali, limpa acola, separa roupa pra lavar, rasga papel…
lentamente o vazio foi saindo, a melancolia dissipando, a tristeza escorrendo pelo ralo da pia. simples assim o que incomodava foi devidamente devolvido.
***
meu paul chegou em casa com duas sacolas: uma com pao e outra com tulipas. abri um sorriso largo e fui pegar as flores e ele me negou dizendo: as flores nao sao pra voce, sao para “francisca” hahahaha (francisca = frank!!!).
continua tudo branco-cinza la fora, mas aqui dentro…
tulipas19march.jpg

a stella deixou um comentario outro dia dizendo assim “…Que vida gostosa a sua! Você faz parecer tão fácil ser feliz. “
e eu digo que a vida nao eh facil, facil eh “nao devolver” o que incomoda, o que doi.
facil eh ficar se queixando, se lamentando, com o pensamento represado, estagnado.
facil eh esperar que alguma alegria caia do ceu como se fosse chuva.
mas tambem nao eh dificil “ser feliz”. eh uma escolha, uma decisao.
a vida oferece muitas mazelas (sempre aparecem ne?), mas se ficar atento quando elas aportam a gente poder devolver e religar o botaozinho da esperanca, motor gerardor da alegria.
entao fica combinado: o que nao se pode recusar ou modificar a gente aceita. mas se possivel for a devolucao, va de retro!
e como ja tou “blue” de tanto branco-cinza,
desejo um fim semana bem coloridinhore.jpg pra nos.

***
[*] “seu lunga é um personagem tão folclórico que ninguém acredita na sua existência real. Mas, ele existe. Trata-se do velho, porém, cheio de energia, mais conhecido da cidade de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. Mas, se o homem existe por um lado, o mito em torno dele existe por outro e por todo o Nordeste surgem as mais originais e engraçadas estórias atribuídas a ele. Tudo por conta da sua personalidade de velho carrancudo, rabujento, enfezado, malcriado e estupidamente irônico.”

24 comentários em “”

  1. lindo o que vc escreveu, e comigo eh a mesma coisa tenho que varrer o cansaco, limpar a tristeza e seguir em frente, ah, um grande abraco no seu Lunga 🙂

  2. Vou seguir tua atitude.. Vou varrer.. varrer o lixo da minha cabeca, da minha alma e da minha casa tambem 🙂 Bagunca e sujeira, dentro e fora, so traz ma energia!
    Beijao a todos da familia 🙂

  3. Lilia
    Volta la e veja o que achei!! Nossa, meu cerebro resgatou muita coisa daquele tempo! Eu namorava um cantor de barzinho que cantava aquela musica! Tempo sem pensar no futuro, so vivendo daquelas ilusoes!

  4. Também sou adepta da terapia limpeza…E é super certo o que dizem sobre nossa casa (que é o reflexo de nossa alma e personalidade). Por isso, sempre é bom manter a “casa” limpa, organizada, em equilíbrio..
    Beijos querida.

  5. As vezes, a felicidade é uma coisa tão pequena que passa desapercebida. Muitas pessoas vivem em busca de uma felicidade voltada para o dinheiro e tudo mais.
    Você encontrou seu bem-estar na limpeza da casa. Outros iriam para um shopping COMPRAR, alegando TERAPIA. Que fútil, não?
    O que de bom essas pessoas absorvem nas COMPRAS?Vale pensar!
    F U I . . .

  6. Lilia, vc tem razão, pra todos nós ocorrem aboreecimentos, alguns grandes outros pequenos, mas faz parte de nossas vidas. Agora deixar “render” demais, só piora as coisas. Eu me aborreeço por 5 minutos, depois, entrego a Deus e vamos em frente que atrás vem gente….rs Btw, que tulipas hein? Vou acabar me apaixonando pelo Paul….rs (me lembrei agora de uma piada em que um fulano diz a uma mulher, se um dia seu marido morrer a preferência é minha….rs). bjks

  7. Oi…passei aqui por q vi seu comentario sobre a pobreza nos EUA. Vi, li e gostei. Acho q tb me identifiquei muito com vc…Além do q vim daquela terra seca de água, molhada de sorrisos e cheia de calor humano!
    Bom encontrar uma cearense!
    Beijos
    Gabi.
    P.S.:Sabe q deu vontade de conversar com vc…rsrsrsrs

  8. Oi…passei aqui por q vi seu comentario sobre a pobreza nos EUA. Vi, li e gostei. Acho q tb me identifiquei muito com vc…Além do q vim daquela terra seca de água, molhada de sorrisos e cheia de calor humano!
    Bom encontrar uma cearense!
    Beijos
    Gabi.
    P.S.:Sabe q deu vontade de conversar com vc…rsrsrsrs

  9. Lilia, ler teu blog é uma benção. Estou um pouco triste, nada grava, só coisas que a gente não pode mudar mesmo, mas quero dizer que o que eu desejo para ti é que tu sempre tenhas o que tens hoje, essa alegria pela vida. QWue teu Paul seja abençoado por te fazer tão feliz. Tulipas, nunca ganhei…
    Beijos, adforo-te!

  10. Lilia queridona, como disse a Aurea, esses aborrecimentos duram alguns minutos (tenta contar no relogio), mas aos poucos eles vao passando. Veja a neve com bons olhos, pois logo ela vai embora. Tristeza nao tem lugar num coraçao grande como é o seu ! Beijos.

  11. Lilia minha querida!
    É uma sensação de “começar de novo”, sinto igual.
    Ser feliz é trabalho…a gente desenvolve.
    Essa post está sensacional e seu Lunga é bom demais!!
    Beijos muitos pra vc!
    E como diz uma amiga portuguesa: “Faça o favor de ser feliz”!
    Bjs

  12. Ola! Estou “escapando” do frio ai ha duas semanas. Algo que esta me impressionando aqui em LA e’ a neblina – todas as manhas.
    Aposto que agora vc ja esta se sentindo melhor… final de semana com o Seu Paul…
    beijos

  13. Oi Lilia!!! Sei que jah faz um tempao q nao passo por aqui e jah vi que tem um montao de novidades ( jah dei um oi no blog do Frank – que por sinal achei o maior barato!!). Mas muito linda as flores!
    E espero que vc tenha tido um final de semana coloridinho tbm!!!
    beijao
    Laiza:-)

  14. Ah Lilia, você escreve de uma forma tão sensível. Adoro te ler, “ouvir” seus desabafos, identificar-me com alguns deles, ganhar força em momentos difíceis… enfim, adoro vir aqui. Já havia lido sobre a viagem, mas esqueci de deixar comentário. Beijos e bom domingo procê.

  15. Querida Tekka,
    Gostoso é vc dividir essa tua felicidade aqui com a gente. Mas preciso ligar meu motorzinho do gerador de esperança, motor gerador da alegria.
    Beijo Grande

  16. Fazia tempo que não passava por aqui, mas é sempre tão bom! Como estou muito literal e nada poética hoje, vou usar esse post para me dar uma força na arrumação do apartamento! A preguiça é constante, mas preciso ser mais forte e botar a casa em ordem, botar essa bagunça pra fora, afinal, se eu não arrumar, não vai cair uma casa limpinha no meu colo. E é verdade, quanto mais tempo levo para arrumar, mais jururu todo mundo fica aqui em casa.

Os comentários estão fechados.