comei, bebei e alegrai-vos vossos corações…

porque a vida é breve!
saladamaos.jpg desde que mudei, que tentava combinar um dia pra monica e o sérgio virem comer churrasco na varanda. finalmente conseguimos pra ontem. eles são bem carnívoros e decidiu-se que o churrasco seria de carne. nada melhor que uma boa salada de batata pra acompanhar. lembrei do meu amigo andré, filho de alemão, que faz uma salada maravilhosa. mandei e-mail na sexta pedindo a receita. ele muito prestativo, foi ao escritório mandar o e-mail já que estava sem conexão em casa.
resolvi então compratilhar com voces, não só a receita pro deleite de uma boa comida, mas a forma hilária e carinhosa como ele escreveu:
“Pixôta, o negocio da salada é o seguinte: não tenho uma medida certa, pois sempre faço no olho, dependendo da quantidade. Mas vou te dar as dicas e o rumo.
Cozinhe as batatas lavadas e com casca – mais ou menos umas tres medias por pessoa. Eu sempre faço mais do que isso, porque a sobra a gente vai comendo o resto da semana, fica melhor – mais curtida – a cada dia na geladeira. O ponto de cozimento é um pouco anterior ao do purê, senão ela se desmancha no corte. Mete um garfo pra saber.
Descasque e corte em FATIAS. Algumas vão quebrando mas é isto mesto, como diz a Teté tia da Marcia. Faça uma fatias de no maximo meio cm. Não precisa tambem muito esmero nisso não, senão leva o dia todo.
Imagine um alemão cortando uma ruma de batata: zap, zap, zap e “bronto, bronto”.
Ponha numa vasilha que dê sobra de espaço pra mexer depois. Acrescente azeite, vinagre e sal a gosto. Costumo dar uma pré-misturada nesse ponto, e gosto de mexer com as mãos. Limpas.
Rale uma cebola grande, pra ficar só o melzim e jogue por cima distribuindo legal. Rale tambem uns pepinos em conserva (3 ou 4, dependendo) e distribua por cima. Uma porção de mostarda a gosto (dessa tradicional que se encontra em todo canto) no bolo, e por último a maionese, na conta certa pra salada não ficar super melada nem rala.
É salada de batata, não é maionese de batata, got it?
Pique um bocado de salsa e acrescente à mistura.
É a hora de checar se os temperos estão corretos e acrescentar o que for necessário pra dar aquele gosto azedinho caracteristico – pode ser vinagre, mostarda ou os dois; cheque o sal, tambem.
Com tudo certo, polvilhe o conjunto com aneto e, se aguentar, ponha na geladeira pra curar. Eu não costumo ser forte o bastante e dou umas boas garfadas. Perdão, leitores.
Mais tarde fica sempre melhor – a batata, por ser cortada fina pega todo o gosto do tempero, incorpora.
Não fica aquela coisa de quando a gente come ficar o gosto da batata separada do tempero, que é o grande lance.
Importantíssimo: antes de começar, ponha pra gelar umas cervejas meio amargas – Heineken, Becks, Stella Artois, por aí tem tudo. Na hora da prova, ponha num copo apropriado e rebata o gosto da salada com umas goladas largas de estalar a lingua.
Tomem uns goles por mim, e lembrem-se de que gosto MUITO de vocês.
Beijos muitos e bom apetite.”
detalhe: que diabos é aneto? eu não fazia idéia. então tive que ligar no brasil e perguntar que tempero era esse e o quanto era imprescindível. fácil. aneto é o mesmo endro e em ingles, dill. e dá um toque bem especial na salada.
aneto.bmp [Endro (Aneto): Especiaria com folhas de aroma e sabor delicado e fresco e com sementes aromáticas fortes e picantes. Denominada “erva-de-deus” pelos armênios, o endro tem origem asiática e foi introduzido na Europa durante a Antigüidade. É uma das ervas mais antigas e mais conhecidas do Ocidente. Simbolizava a vitalidade para os romanos e era utilizada pelos gregos como erva medicinal, pois possui poderes digestivos e calmantes. É uma planta de 20 cm a 1 metro de altura. Possui um caule fino, oco e estriado no lado exterior.
Suas folhas têm coloração esverdeada e, ao florescer, apresenta flores amarelas. No Brasil também é conhecido como aneto ou dill.
como usar:
folhas: são usadas em saladas de folhas, peixes (salmão e arenque), ovos, queijos cremosos, batatas cozidas e ensopados.
Sementes: usadas como tempero de carne no norte da África. São indispensáveis no preparo do gravalax, prato típico da cozinha escandinava, e de outros pratos à base de salmão e de lagostim. Conferem um sabor especial quando adicionadas a conservas, como a de pepino, ou a vinagres. Dão toque especial a saladas de pepino e ao molho de iogurte.]
comidanamesa.jpg browniesorvete.jpg
liliapaulmonicamesa.jpg liliamonicare.jpg
fotos: monica/sérgio
e o dia foi bem bom com os amigos aqui, apesar de ta bem nublado e friozinho. o churrasco de “sirloin” ficou super gostoso e suculento. comemos com a deliciosa salada de batata e milho verde. deixamos a comida baixar um pouquinho no estômago e meu paul apareceu com a sobremesa: brownie (feito por ele), com calda de chocolate quente e sorvete. oh pecado!
o ventinho frio nos empurrou pra dentro de casa. e ai teve chá (para os outros) e vinho do porto 🙂
tem muitas coisas boas nesta vida, mas comer e beber com amigos é receita certa pra alegrar o coração.

20 comentários em “comei, bebei e alegrai-vos vossos corações…”

  1. Amada Lilia, que linda esta salada… Prometo que vou fazer, mas endro eu não sei se tem aqui e se tiver e for muiiito caro também não vou ter coragem de comprar, por há o risco de eu não gostar, hehehe.
    A mesa estava linda, guardanapos, toalha, pratos, tudo combinando e lindo. O computador no cantinho da varanda, tu é mesmo uma linda…
    Beijos, que tua semana seja perfeita, abençoada.

  2. Queeee post!!! A receita, desse jeitinho, vira um manjar dos deuses. E a amizade, com tanto carinho, bota a “anjarada” afinando suas harpinhas. Apesar do dia “nublado e friozinho”, quando temperado com tamanho sol no coração, alimenta até a alma. Graaande Lília! (tu não és pepino, mas que Deus te conserve, “pixôta”!). Um abraçuu.

  3. Como é bom ter amigos, e vejo que os seus perduram. Voce tem essa coisa de atrair, gente boa, coisas boas. Eu daqui depois do vendaval, do chuvão vou botar meus pezinhos na rua ver se vejo algo.
    Adoro salada de batata, fez lembrar meu pai alemão, sabia???????
    beijos

  4. Well … eu pensei que era uma salada de batata mas é uma SALADA DE BATATA …
    Parabens ao cozinheiro que deu a receita e a voce que sabe o caminho das pedras !!!!
    Beijo

  5. Querida,
    O jeito delicioso do e-mail de seu amigo deve combinar com a receita…
    Estes momentos são mesmo as boas coisas da vida.
    O anedo/endro..sempre chamei de dill.
    Vc explicou direitinho, danada!
    Beijão grande

  6. adorei a receita… acho que vou fazer por aqui pro povo achar que eu gosto de comida alema/holandesa (e tem diferenca?)
    o melhor dessa vida sao esses encontros! bom proveito!

  7. oxe, lilia, e tu não me chamou?! Brincadeira. Eu tb não ia poder ir, ainda ocupada. Ri muito com a receita, principalmente “bronto, bronto”. hehehe um beijão, saudades.

  8. Oi Lilia,
    Tambem gostei do ” bronto, bronto” Mama fazia esta salada, porque mama não come folhas porque no é coelha, come salada de batata.
    Não vi nenhuma cerveja , o que aconteceu? A receita recomendava.
    Beijos Stella

  9. Que tudo tão lindo, minha amadinha. As fotos ficaram maravilhosas, tu uma gata, tua amiga e teu Paul lindos. Que mesa caprichada, Lilia. Fiquei com vontade de ter pratos azuis. Te disse que te copio, que tento pelo menos, até agora era só na maneira de encarar a vida, queria ser mais alegre e otimista. Agora quero copiar os pratos, a mesa e a comida, hehehe.
    Beijos, sua queridona que eu adoro.
    Amanhã não tem vadiagem, pelos próximos quinze dias vai ser trampo das nove as sete da noite. Mas vou ganhar hora extra, acredita nisso? Nunca ganhei, estou tão feliz… Mas vai ser bom ir e parar mais um pouco, preciso deste tempo, me sinto cansada. Espero que não apareça outro emprego irresistível agora, que demore mais um mês ou dois…
    Beijos, que Deus te abençoe a tua família.

  10. hummmmmmmmm!fiquei com agua na boca,esta maionese(aq em sampa é maionese o nome da salada de batatas,viu?) pois é ,a minha também sempre fica melhor q o churrasco segundo meu marido,só q eu corto em quadradinhos a batata e coloco um pouco de vinagre branco logo depois de escorrer a agua,quando ela ainda esta quente,é mortal,bjinhos

  11. Haha, que divertido ver essas duas moças juntas! Mas é brabo viu mulher, normalmente quando venho no seu blog, que a barriga ronca! putz!! ai ai…
    Bjao, Li

  12. Bom dia !! Eu adoro o seu jeito de falar da vida, de falar dos amigos, dos pequenos momentos que nem sempre (eu) damos valor.. Um hiper beijo e adorei a receita da salada.

  13. Lili, li aqui e me bateu a maior das saudades! Foi mesmo! Uma pontadinha de saudade doída, porque nesse post aqui juntou-se tu e o cumpade em volta duma mesa, com batatas no meio, cervejas ao redor… Bem do jeito que a gente fazia quase religiosamente, fim-de sim, fim-de não, lá no balneário da Cumade… Beijos bem muitão, cheinhos de saudades, queryzinha! Vê se vem logo pra mode a gente fazer essa salada juntas! Ou melhor, a gente toma umas enquanto o cumpade faz… Beijossssss!!!

  14. Lili, li aqui e me bateu a maior das saudades! Foi mesmo! Uma pontadinha de saudade doída, porque nesse post aqui juntou-se tu e o cumpade em volta duma mesa, com batatas no meio, cervejas ao redor… Bem do jeito que a gente fazia quase religiosamente, fim-de sim, fim-de não, lá no balneário da Cumade… Beijos bem muitão, cheinhos de saudades, queryzinha! Vê se vem logo pra mode a gente fazer essa salada juntas! Ou melhor, a gente toma umas enquanto o cumpade faz… Beijossssss!!!

Os comentários estão fechados.