nyc-rochester-niagara falls-toronto

cachoeirasvistacanada.jpg
niagara falls

nyc-manhattan, “essa cidade me atravessa”
billboardnycre.jpg
mesmo que só por algumas horas, é como uma injeção de “mundo” na veia. não há como comparar com outra cidade. ela é única. a vibração, a sujeira, o corre-corre, as buzinas incessantes dos taxistas alucinados. adoro o fervilhar de pessoas de todo canto do planeta. é um mundo dentro de uma ilha. senta-se na calçada e quase não se ouve inglês. me divirto olhar a diversidade desfilando: sandálias de borracha, plumas e paetês, vestidos longos ou shorts curtos. ninguém se importa com nada. pretos, brancos, amarelos, pardos, índios, indianos, asiáticos, tudo junto, misturado. coquetel de raças que me fascina, sempre.

rochester, o paul passeando pelo passado e encontro com amigos
paulrochesterhouse1re.jpg chegamos no final da tarde e fomos direto pro hotel-espelunca. [a princípio ficaríamos hospedados na casa de um primo do paul, mas uma fatalidade da vida fez mudarmos os planos]. passeamos pelo bairro onde o paul morou quando criança/adolescente e depois fomos encontrar a carla e o ken. eles nos receberam na bela casa onde moram em herietta, nos arredores de rochester, com todo carinho e cervejas geladas. agradecida viu amiga, adorei te rever e conhecer o ken. foi ótimo tagarelar em português e dar boas gargalhadas.
niagara falls, divina natureza
pegamos uma bela estrada secundária, que vai beirando o lago ontário. mesmo sendo mais longo, eu sempre prefiro essas estradas do que as tediosas highways. fazendas de cerejas, muita plantação de milho, lindos campos verdes que me ajudaram a ficar zennnnnnnnnnnn raiva do “mininu pentelho”.

coretoparkontariolakere.jpg

a chegada na cidade de niagara falls foi uma decepção total: cidade feia, brega, decadente, sei lá. mas o parque das cachoeiras é maravilhoso e o espetáculo da natureza é fantástico. um verdadeiro santuário natural.
cachoeirasvistausa.jpg
esses edifícios ficam no lado canadense
ficamos toda tarde e um bom pedaço da noite no parque. fizemos um passeio de barco que vai bem perto da “cachoeira ferradura”, que apesar de durar míseros 15 minutos, vale a pena pelo visual. é engraçado que eles dão uma capa de chuva azul pra proteger dos respingos, e a gente parece um bando de smurfs.
smurfsboat.jpg nigarafallsboatmistre.jpg
é impressionante a variedade de passeios que eles oferecem: passeio de balão (na verdade o balão só sobe e desce), o passeio de barco (e se quiser só descer e contemplar mais de perto paga-se 1 dólar), caminhada através de uma caverna, passeio de helicóptero, jardineiras, enfim, querendo gastar não falta com que.
cachoeiravistabarco1.jpg cachoeiravistabarco.jpg
toronto
fquei decepcionada com estrada até toronto. achei que fosse o tempo todo beirando o lago, mas num é bem assim. aliás, a paisagem é bem fulera. mas gostei muito da cidade. pelo pouco que vi me pareceu super legal de morar.
o “mininu-pentelho” não me deixou curtir chinatown do jeito que eu gosto. passamos rapidamente por lá. [comparando com as outras chinatowns que já vi – nyc, san francisco e washington d.c.- só perde pra de nyc].
andamos até um parque que ele queria ver e quando chegamos perto ele desisitiu. ô falta de peia viu?
pegamos o metrô até a union station e dai foi um bocado de andança até parar num restaurante à beira do lago pra almoçar.
torontofireboatre.jpg torontocntowerre.jpg
na volta paramos em niagara falls do lado canadense. que diferença! incrível isso. é bem brega também e diz o paul que é uma mini las vegas. mas é cheio de vida e movimento ao contrário do lado americano.
o parque deles é muito legal. tem um bar/restaurante bem de frente pras cachoeiras e a vista é também super legal. anda pra lá, anda pra cá e de repente vi umas pessoas olhando pra cima:

homemcorda1re.jpg
eu num tenho nervos pra olhar isso naum. ainda bem que eu tava longe e só vi quando este louco estava já quase chegando no fim da corda.
depois disso conseguimos sentar no terraço do restaurante, e lá ficamos contemplando a bela paisagem bebendo merecidas cervejas sob os respingos da cascata. ah, ja ia esquecendo, ainda vimos fogos de brinde.

niagarafallscandavistadobarre.jpg
pois foi assim. bem bom. me diverti, alegrei meu coração, enchi os olhos com as belas paisagens e estou satisfeita com os exercícios de tolerância e paciência.
bom resto de semana pre nós!

11 comentários em “nyc-rochester-niagara falls-toronto”

  1. Muito legal Lilia, eu tenho que ir la ver as cataratas, agora voce me deixou com mais vontade ainda! Que pena que voces ficaram tao pouquinho em Toronto, tem que repetir a dose e ir direto pra la, so pra curtir a cidade! Beijos,

  2. Realmente Lilia, um belo passeio, é de se encher os olhos. É um espetáculo poder sentir de perto a natureza, é intensa a sensação de liberdade que este local transmite.
    É um lugar paradisíaco, de sonhos… sem barreiras, sem sensura.
    Bjãooo!!!! fique com Deus.

  3. Lilia.. viajei junto com vc nesse feriadão e me diverti a beça com sua santa paciência com o “mininu-pentelho” hehehhh
    Quando fui a Niagara as capas eram amarelas hehehh .. isso pra vc ter idéia de há quantos anos isso aconteceu!! heheh
    É bom demais poder viajar, sinto uma falta danada.
    Besossssssss

  4. Ô coisa linda deve ter sido tudo pq o que vc mostrou aqui foi ma-ra-vi-lho-so!!!!! Nota mil pra vc!!!!!! Contou direitinho…rs…rs! Bjão

  5. Neguinha, tu podias investir na fotografia! Incrível como consegues dar-lhes vida. Me senti lá… Noves fora, já foi! E, do que foi, fica apenas o lado bom. Aliás, teu exercício de paciência agradece, e orgulhoso, com certeza. Um abraçuu do tamanho das saudades, que nem cabem aqui, lógico. Bjsss.

  6. Oi lilia, foi um prazer recebe-los, meu bem. A visita de voces me fez muito bem naquele mar de confusao que estava aquela noite.
    Agora estou aqui com mamae doente, pode? Que agonia essa viagem, minha amiga.

  7. Linda Lilia Lima, tu que fotografou isso aí, ou pegou imagens no google? Não vale mentir, viu? 🙂
    Se foi tu, por que tu não aparece nas fotos? Tu não gosta, Lilia? Pergunto porque eu sou assim, gosto de fotos, mas não de aparecer nelas, hehehe.
    Muito legal, que bom que apesar do pentelho, tu te divertiu. E foi longo o passeio, puxa vida, eu vou em Florianópolis, que é 1,30 daqui e ja chego lá morrendo de cansada… 🙁
    Beijão, que Deus te abençoe, minha querida.

Os comentários estão fechados.