voltando ao ceara…

paularafat.jpg meu paul adora o brasil. quando ele era adolescente morou quase dois anos em sao paulo. o pai dele era engenheiro da kodak e foi la trabalhar na construcao de um predio, se nao me engano.
entao ele ja tinha passado por este estagio brasileiro antes de me conhecer.
quando ele chega em fortaleza, ele se transforma e fica mais gaiato do que os cearenses, se enturma com todo mundo de coracao aberto e o retorno eh certo: nao tem quem nao goste dele por la. desta vez desembestou a falar portugues que me supreendeu. enfim, ele relaxa e aproveita muito as ferias.
esta foto foi no “almoco-bin-laden” na casa de uns amigos. cearense eh gente que faz piada com tudo, inclusive com a “desgraca alheia”. entao como o almoco era pro paul e com comida arabe, logo deram este nome. e ele, como nao se faz de rogado, pegou este cachecol e levou numa sacolinha. la pelas tantas, depois de muitas cervejas bebidas, ele me aparece assim a carater. matou todo mundo de rir. foi hilario!
e olha so, andou se revelando como baba tambem:
paulisa.jpg claraisacopos.jpg
esta eh a minha “netinha” isadora, coisa mais lindinha, filha da clarisse, uma grande amiga. como nao quero mais ter filho na vida, inventei que ia ser “vovo” e nao “titia”.
paulcarasafada.jpg quando perguntavam de onde ele era, respondia em portugues: “sou cinquentcha per cento brasileiro, cinquentcha per cento amerricano. e quando a pergunta era o nome dele: “meu nome eh “paulo sem “O” mas com a pronuncia entendia-se “paulo senhor”, e com esta cara safada ai do lado hehehe
eh por essas e outras que eu adoro meu paul 🙂

17 comentários em “voltando ao ceara…”

  1. A Dilma tem toda razão, a gente já gosta muito do “meu paul” :)) Também! Olha só que barato ele é. E que “netinha” mais bunitinha.
    Beijos procês.

  2. Esse seu Paul deve ser uma figurinha, hein? :0)…
    Adorei o tema da festa, essa brasileirada inventa festa pra tudo mesmo… melhor do que ficar chorando as pitangas, ne?! Pois afinal de contas nos andamos pra frente… soh temo que tomar cuidado para nao tropecar :0).
    Beijos, Mi

  3. São com pessoas como o Paul, que vemos que os americanos são maravilhosos!
    Por isso que não gosto dessa generalização que fazem, falando que o povo americano é antipático, frio and something like that! O Paul não é o 1º que conheço, pois o sogro de meu tio, um americano, tambémm é desse estilo!
    É isso aí!
    Bjs Lilia!
    F U I . . .

  4. Adorei esse post, eu tenho um “John” parecido com o seu “Paul”, pois o meu já morou no Brasil tbm e adora tudo por aqui, principalmente nossas frutas, ele é encantador, todo mundo aqui adora ele, por isso mesmo acho que ninguém deve generalizar, pois nem todos os americanos são iguais, assim como nem todos os brasileiros. E posso garantir que de frio e antipatico ele não tem nada.
    bju

  5. Mulhé,
    Foi uma pena não ter ficado mais tempo prá conhecer o Paul melhor.
    Mas tô mesmo é adorando voces dois juntos!
    Ó , eu num tinha nada prá fazer, aí voltei a namorar meu ex marido o Pai de Maria!!!
    Depois te conto o que é que pode dar!
    Beijos
    Visitei o site de Isadora

  6. Esse lado brincalhão e lúdico é fundamental num relacionamento.Pelo jeito o Paul já está virando brasileiro.
    Que bom,Lilia,que você está feliz!
    Você me passa uma imagem de alguém muito alegre,gosto de vir aqui saber de você;gosto quando você vai lá no blog deserto me visitar.
    Feliz retorno à terra do “old blues eyes”.Ganhei um DVD dele e é maravilhoso ouvi-lo cantar.
    Bjs

  7. ai lili, amei aparecer no teu blógui famoso…
    o paul, quando tava com a isa no colo, dizia assim: “ela me ama”… e acho que ama mesmo, assim como todos nós que conehcemos o “meu” paul… ora, então… mas ele não é uma pessoa amável?!?
    viva o nosso paul!!!

Os comentários estão fechados.