moidsch* estou plena. e


moidsch*
estou plena. e acho que por isso mesmo as palavras nao me saem belas. fico pensando, e elas me vem simples, sem beleza estetica. ausencia de dores? leio meus textos antigos e constato que os preferidos foram escritos em momentos tristonhos e sombrios. hoje me doi meu filho ainda esta no brasil, mas nao me desespero. ele ta crescido, 19 em breve. sinto saudade da familia, dos amigos, do sol que bate na pele e arde. mas eh uma saudade diferente das outras vezes quando morei fora. eh suave, nao tem ponta aguda fazendo doer forte.
estou feliz com o Paul. fazia tempo que desejava encontrar uma pessoa para somar. e pela primeira vez, com 42 anos, estou morando junto. dividimos a casa, mas somamos o resto: amores, tesoes, alegrias, problemas, solucoes. quem diria, aquela mulher inquieta, irreverente, independente, muitas vezes impertinente, estar hoje assim, na maior parte do tempo, serena. plena. obrigado senhor!
* adoro o traco desses desenhos. maravilhoso!

5 comentários em “moidsch* estou plena. e”

Os comentários estão encerrados.