voltando ao ceara…

paularafat.jpg meu paul adora o brasil. quando ele era adolescente morou quase dois anos em sao paulo. o pai dele era engenheiro da kodak e foi la trabalhar na construcao de um predio, se nao me engano.
entao ele ja tinha passado por este estagio brasileiro antes de me conhecer.
quando ele chega em fortaleza, ele se transforma e fica mais gaiato do que os cearenses, se enturma com todo mundo de coracao aberto e o retorno eh certo: nao tem quem nao goste dele por la. desta vez desembestou a falar portugues que me supreendeu. enfim, ele relaxa e aproveita muito as ferias.
esta foto foi no “almoco-bin-laden” na casa de uns amigos. cearense eh gente que faz piada com tudo, inclusive com a “desgraca alheia”. entao como o almoco era pro paul e com comida arabe, logo deram este nome. e ele, como nao se faz de rogado, pegou este cachecol e levou numa sacolinha. la pelas tantas, depois de muitas cervejas bebidas, ele me aparece assim a carater. matou todo mundo de rir. foi hilario!
e olha so, andou se revelando como baba tambem:
paulisa.jpg claraisacopos.jpg
esta eh a minha “netinha” isadora, coisa mais lindinha, filha da clarisse, uma grande amiga. como nao quero mais ter filho na vida, inventei que ia ser “vovo” e nao “titia”.
paulcarasafada.jpg quando perguntavam de onde ele era, respondia em portugues: “sou cinquentcha per cento brasileiro, cinquentcha per cento amerricano. e quando a pergunta era o nome dele: “meu nome eh “paulo sem “O” mas com a pronuncia entendia-se “paulo senhor”, e com esta cara safada ai do lado hehehe
eh por essas e outras que eu adoro meu paul :-)

perfeicao de mae

boloaniversario.jpg
minha mae ta fazendo hoje 76 anos. olhe para ela nesta foto que foi tirada agora a pouco pelo meu filho. e eh assim. vaidosa toda. esse cabelo penteado, que eu chamo de arapuca, faz parte dela. dorme e acorda retocando e ericando o que a cama desfez. as unhas pintadas de cor de rosa, eternamente. o baton nao sai da boca, mesmo estando em casa arrumando seus armarios impecavelmente.
maenovembro18re.jpge impecavel eh o melhor adjetivo para descreve-la.
mulher guerreira. cheia de fe ate o talo. tem mania de dizer assim: “que o manto de nossa senhora lhe cubra e lhe proteja” e eu respondo: “ai mae, ta muito calor pra sair com esse manto!!” e a gente ri.
carismatica, atrai afeto porque os distribui sem economia.
hoje deve estar o dia inteiro no telefone que nao para de tocar. ela da demais e por isso mesmo recebe tanto de volta.
atenciosa, nao esquece aniversario de ninguem. todos os meses ela lista os aniversariantes e prega no espelho do banheiro. eh o microsoft outlook dela :-)
adora o natal. daqui uns dias a casa se enche de tudo que voce puder imaginar com motivo de natal. caixas e mais caixas com bibelos e enfeites se espalham por todos os comodos, ate nos banheiros a gente ve papai noel.
comeca a comprar lembrancinhas em agosto. nao pode esquecer ninguem: a filha-da-cunhada-da-prima-da-vizinha tem la seu pacotinho embrulhado por ela mesma. e la se vai mais “um pouco que o amor lhe envia, se mais tivesse, mais te daria”. e tem mais .. chega ao ponto de ter umas lembrancinhas em stand-by, ou seja, para aqueles que aparecem no dia de natal e que nao estavam previstos.
nao para em casa. vive na rua. cada dia tem uma coisa pra fazer com as amigas. jogar baralho, rezar, tomar cha, encher a rua de perna. se duvidar ela tem mais energia do que eu. nao gosta de dirigir, mas dirige e devagarinho vai longe.
impressiona-me a forma de como ela lida com as adversidades da vida. exemplo de forca e garra.
transforma dores em esperanca. parece uma fada.
falando assim, parece uma pessoa perfeita. nao eh, claro que nao. tem seus defeitos, mas sao quase imperceptiveis, diluidos no meio de tantas qualidades.
nao cozinha nada, nadica. nao frita um ovo, sequer. cafe? aprendeu a passar depois que as cafeteiras italianas apareceram.
mas sabe onde comprar. descobre tudo que eh novidade de guloseimas: biscoitinhos de fecula com num sei que, morangos cobertos de chocolate. ela sabe quem faz. e quem faz se apaixona por ela porque ela divulga e as encomendas crescem.
ah, ela faz sobremesas. quando quer. alias, difilmente faz o que nao quer.
defeito horrivel: gosta de plantas e flores de mentira. um horror pros meus olhos. mesmo quando morava numa casa com um imenso e lindo jardim, tinha flores artificiais espalhadas pela casa.
como disse, ela nao eh uma mulher perfeita, mas eh uma perfeicao de mae. quisera eu poder ser mae assim.
e eu aqui, agora escrevendo isso com tanto prazer, estou inundada de saudade desejando abraca-la forte, pra demostrar meu amor, meu carinho e minha gratidao de te-la minha mae. dadiva. privilegio.
mae, a geografia agora nos separa, mas o amor, a gratidao e admiracao que tenho por voce so aumenta a cada dia.
feliz idade! que voce continue nos contagiando com seu jeito maravilhoso de ser.

my funny valentine


o meu irmao nao respeita minha condicao de vadia. esta me ocupando o dia todo e ja me ocupou outro dia inteiro.
ele coleciona a musica “my funny valentine” o que ja lhe rendeu ate uma reportagem na globo. ele passa o tempo todo procurando mais versoes e o pior eh que acha. ja sao quase 900!!!!!!!!!!!!!!
algumas vezes ele acha em sites onde se compra a musica no formato mp3. mas, alguns destes sites nao permite a venda fora dos usa, eh ai onde eu entro na estoria. da ultima vez, eu comprei 14 versoes e enviei por ftp. mas o arquivo nao abre por causa de algum codigo inserido.
li que podia gravar um cd. gravei e enviei pelo correio. chegou ontem e a decepcao foi total: tambem nao tocou. a solucao encontrada foi eu baixar um programa que grava a partir do que esta tocando no computador.
comprei o programa e instalei e estou agora mesmo gravando as benditas musicas. enquanto isso estou enviando via ftp a primeira gravacao pra me certificar de que desta vez ele podera usar o arquivo. entao
o jeito foi fazer o blog sobre isso. alem de ter que ficar ouvindo a mesma musica o tempo todo, nao posso vadiar porque a transferencia ta muito lenta e se eu abrir outra pagina vai demorar ainda mais.
ele muito espertinho, ainda queria que eu baixasse outro programa que converte arquivos wav. em mp3. mas eu disse: perainda ne. vamos primeiro ver se desta vez vai funcionar.
esta musica foi composta por richard rodgers pro musical da broadway, em 1937, chamado “babes in arms” e eu, igonorante, sempre pensei que “funny valentine” era uma mulher e so hoje fiquei sabendo que nao, a musica era cantada por uma mulher para o amor Valentino. sera que a fanny sabe disso?

normalmente nao gosto de planos

normalmente nao gosto de planos pro domingo. o despertar que ja eh lento normalmente, no domingo essa lentidao se agrava. preguiiiiiiiiica. vontade de me mexer devagar. sabe aquela coisa do “empurra nao”. perainda, daqui a pouco eu vou. o chet ta cantando agora, suave. la fora, o dia so comeca ao meio-dia. o silencio reina no soho nas manhas de domingo. as buzinas insuportaveis (sim, nova iorque buzina mais que fortaleza e muito! me assustei quando cheguei) so apareceram mais tarde.
uma saudade rasa (como diz a luny) me invade esta manha ensolarada. minha cunhada deixou uma mensagem ontem dizendo que terao almoco familiar mais tarde. minha familia eh pequena, somos tres irmaos. eu, a cacula, vanda, a irma do meio, e gerardo, o irmao mais velho. cada irmao teve tres filhos, hoje a mais nova de todos esta com 15 anos. atualmente somos tres morando fora do brasil, alem de mim, o sobrinho mais velho, ge neto, esta morando em portugal, e clarice, a sobrinha “caderno B” como eu a chamo, esta na alemanha fazendo faculdade de danca e em breve mudando pra amsterdam. os dois sao filhos do meu irmao. somos uma familia bem unida, divertida e sem muitas dores no curriculo. o respeito sempre fez parte das nossas relacoes. quase nunca houve confrontos e por isso mesmo nao eh facil viver longe deles. tenho me supreendido com esta “saudade rasa”, porque outras vezes que morei longe, quando era mais jovem, a saudade me levava de volta. mas naquela epoca nao existia esta maravilhosa tecnologia digital que possibilita encurtar as distancias. quando eles fazem esses almocos, colocamos camera e microfone e ficamos conectados: brasil, portugal, nyc. eh bom demais!!!

minha mae, com sua inseparavel “arapuca” no cabelo, gerardo e vanda.
bom domingo pra todos nos com a preguica merecida dos justos :-)

meu pai


meu paizao, lindao do meu coracao
faz uns dias que meu pai esta presente nos meus sonhos, eh tao bom te-lo comigo assim. e eu tenho pensado muito nele por causa disso.
meu pai sempre gostou muito de musica. quando jovem trabalhou como discotecario de uma radio em fortaleza. ainda era naquela epoca de cantores e atores ao vivo. e por todo o tempo que viveu, todos os anos ele fazia uma festa em setembro e chamava-a de festa dos radialistas. na verdade era uma festa pra encontrar as pessoas daquele tempo, daquela radio. ele adorava isso.
quando saiu da radio, mais tarde, abriu uma grande loja de discos. a maior da cidade na epoca. e la, metida naqueles LP’s eu passei minha infancia e adolescencia. e a grande paixao dele era o frank sinatra. acho que ele tinha (ainda tem na casa da minha mae) uma colecao enorme de cd’s (acho que mais de 300) e mais alguns LP’s e livros e filmes. era paixao grande mesmo. quando cheguei em hoboken, saindo da estacao, vi esta placa.

pois num eh que o sinatra nasceu por la? e eu fico aqui imaginando, se meu pai estivesse vivo , como ele estaria feliz, de me ver feliz com meu companheiro que em breve sera o marido (ele as vezes perguntava se eu nunca ia casar) e ainda por cima indo morar na cidade onde nasceu o seu idolo. vai ver ele ta vendo, ne?

meu filho lindo querido do meu coracao


hoje eh o aniversario deste rapaz. bruno. meu proprio filho. agorinha, enquanto tento escrever, meus olhos estao nadando nesse rio de lagrimas que escorrem lentamente, salgando meu rosto. pura saudade. respiro. faco o sentimento dobrar a esquina e sinto alegria invadindo meu coracao. a felicidade de ter-lo eh imesuravel. e a geografia jamais interferira nesse amor infinito que sinto por voce. FELIZ IDADE!

esta eh a Minha

dona filomena e pequena lilia_resize.jpg
esta eh a Minha Vo. la estou eu no colo. e aqui estou eu com o pensamento estagnado como agua represada. dificil pensar noutras coisas da vida.
as perdas, embora sendo esperadas, serao sempre perdas. lembrancas de outras pessoas queridas que ja partiram se fazem presente. meu pai estava nos meus sonhos hoje cedo. ai, fico assim meio fora do ar, ou melhor, sintonizada em outro canal. normal.
sao muitas as imagens que passeiam agora como um filme de cor sepia.
ate meus 12 anos moravamos em casas vizinhas, sem muro de separacao. Filomena (todos a chamvam de “mada” e meu avo a chamava de “filozinha”. ela nao gostava de seu nome), era vaidade pura. nunca sentou-se curvando a coluna, tinha os ombros e a coluna sempre no lugar certo. e nao cansava-se de corrigir nossa postura. aprendi com ela a dizer “agradecida”. ela nunca dizia “obrigado(a)”. e quando agradecia alguem, as palavras eram pronunciadas com um sorriso contagiante.
orgulhava-se, com pertinencia, de seus dentes impecaveis, branco neve. todos os dias ao acordar, ia no limoeiro no quintal, espremia em um copo com agua e tomava em jejum. dizia que por isso seus dentes eram limpos. aos 65 anos comecou a fazer yoga. lembro nitidamente dela “plantando bananeira” nessa idade. nessa mesma epoca mudou a alimentacao: eliminou as carnes vermelhas, gorduras e acucar. 30 e tantos anos atras, estas atitudes eram pouco convencionais. talvez esta seja uma das razoes de ter vivido tantos anos com saude. fica com deus, minha vo!
domingo eh o dia das maes, e sabado, o aniversario do meu filho. tudo isso provoca um desejo imenso de estar junto deles. morar longe tem dessas coisas.
pronto, agora acho que vai da pra mudar o rumo da prosa!

vou sair por uma dessas portas e sorrir pro mundo porque a vida eh bela!
o dia esta maravilhoso, ensolarado, 26 graus. la vou eu caminhar no “beira-rio” (hudson park).